Quarta, 06 de julho de 2022
91992772955

22/06/2022 às 15h30

Negado o HC
O juiz Renato Borelli, da 15ª Vara Federal em Brasília, recusou um pedido de habeas corpus da defesa do ex-ministro da Educação Milton Ribeiro, preso preventivamente pela Polícia Federal nesta quarta-feira (22), em sua residência, em Santos (SP), e determinou que ele seja transferido “imediatamente” para Brasília. Em nota, a defesa do ex-ministro havia alegado que a prisão do ex-ministro "é injusta, desmotivada e indiscutivelmente desnecessária" e que "inexiste razão para a prisão preventiva editada". Milton Ribeiro foi um dos alvos principais da Operação Acesso Pago, deflagrada nesta quarta-feira (22) pela Polícia Federal, que apura desvios e irregularidades na liberação de recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Bragançahojeonline 2022 Desenvolvido por:
Jayro Anderson